sábado, 14 de maio de 2011

sem;

Se não é pra ser
por que esse tal destino
brinca tanto assim?
a vida parece nem se quer
ter pena de mim
ou procura mesmo
esse evitado estopim
E por não saber traduzir
bem o meu latim
vou perdida pelas
andanças no jardim
lembrando daquele
querubim
olhando pro capim
e pensando sobre o
triste fim, desse jasmim
sem o seu serafim

(Ana Morais)

21 comentários:

PauloSilva disse...

o importante é que só nós possamos ter pena de nós pois a vida nunca terá e se batalharmos nem nós teremos!

gostei *

PauloSilva disse...

Um sincero obrigado :)

Carla Md. disse...

Como eh bom acordar e ter vc pra ler!!
sinto cada palavra tua de tao intensa que eh, pura alma, pura poesia, beleza pra quem vem aqui, menina luz!!
Vai ser um prazer ter um livro teu comigo....

bjs doces

A Escafandrista disse...

Que poesia mais delicada, Ana. Seu espaço é de muito bom gosto e eu adorei conhecê-lo também. Grata pela visita ao meu escafandro. Volta sempre que quiseres, estou a seguir o teu blog. segue-me também, por favor, para que possamos visitar-nos sempre. beijinhos.

iasmin999 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
iasmin999 disse...

esse vou até copiar e colar, com os seus creditos, hoje, tão MARAVILHOSO de lindo!!

bjs poetisa

Noemya disse...

tão bem feito e cheio de amor... que encho os olhos pra comentar!!
Belo demais... Parabéns pelo dom de transformar em palavras o que sintoo!!! Posso usar com os devidos creditos??

bjs escritora lindaa!!

Fernanda Hauptmann disse...

A vida não tem pena de ninguém!

! Marcelo Cândido ! disse...

Anjo, o destino gosta de nos causar peças
E nossa vida vira um espetáculo digno de teatro...
Espero que o ato final seja no mínimo feliz!!

Abraços Ana

Anônimo disse...

sinto orgulho de ler vc tds os dias!!
bjos garota luz!!

Renata Brito

Tonha_farias disse...

Querida,te desejo um ótimo sábado e um domingo maravilhoso! Obrigada pela visita e comentário.

Beijo no coração.

Milene R. F. S. disse...

Sempre com belos versos Ana! Tua poesia flue de uma forma sempre encantadora... fico feliz de contar com a sua presença em meu blog. Beijos!

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog, :)
Muito interessante !
Deixo o meu aqui, caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !

Andarilho disse...

Lirismo Pulsante e de boníssima qualidade.

Fraterno Abraço

Anônimo disse...

show esse aqui!!

MARCIANO VASQUES disse...

Agora sou eu que estou a visitar você, Ana Morais, e pode acreditar, conquistou mais um leitor. E aproveito para dizer que a CASA AZUL ficou mais bonita com a sua presença.
Obrigado, um abraço, um beijo em seu coração,
Marciano Vasques

Vanessa Carvalho. disse...

Que texto encantador.

Idiótica. disse...

Muito lindo.

Sandrio cândido. disse...

Espaço lirico e reflexivo, parabens.

Anônimo disse...

muito perfeitooo,amei!!
bjss

iasmin999 disse...

arrebentou nesse!!
não canso de ler!!