segunda-feira, 27 de junho de 2011

calar e olhar;


Imagem: wordpress
Ontem apressei
os passos
com uma aflição
que não sabia disfarçar
no sentido de alcançar
um enxergar teu
verdade direi ao assumir
que minto
quando nego o prazer
que sinto ao acreditar
no que ninguém tolera
Ontem em brinde a
uma falta de calma
saí, amargurada
com um pensamento
de silenciar ao te encontrar
defronte ou não
Ontem, as palavras
não tinham importância
nem foram escolhidas
afinal, fiquei longe
com o meu paladar
pedindo o gosto de
um aproximar
Ontem, sentei e deixei
os olhos fixados ali
naquela porta
sabendo que existiria
o momento distraído
que eu iria calar e só olhar

(Ana Morais)

4 comentários:

Sandrio cândido. disse...

Este momento é tão preciso
beijos

Friends:Renata e Juliana disse...

Quantas vezes eu me senti assim...
perdi as contas!

*Lindas palavras,Ana.*

Renata Cibelle

vanessa cony disse...

Fiquei aqui calada...
È amor?

Ana Morais disse...

Se puder considerar como tal... Pode-se chamar.